Ingá – Origem, Nutrientes, Benefícios e Efeitos Colaterais

Ingá – Origem, Nutrientes, Benefícios e Efeitos Colaterais

De nome científico Inga edulis, a ingá é o fruto da ingazeira, planta da família das leguminosas e muito comum em regiões próximas a lagos e rios. Suas sementes, envolvidas por uma sarcotesta branca, fibrosa e adocicada, são revestidas por uma vagem verde e grande, que pode chegar a medir 1 m de comprimento. As ingazeiras podem atingir 15 metros de altura e são muito usadas no sombreamento dos cafezais. Com flores de coloração branco-esverdeada, a ingazeira frutifica praticamente em todo o ano. No artigo de hoje, vou contar um pouco mais sobre a importância da ingá para a saúde no geral.

Origem da Ingá:

A ingá é originaria da Floresta amazônica, ocorrendo também na floresta atlântica desde o Rio Grande do Norte até Santa Catarina, Brasil. De acordo alguns, ingá é nome de origem indígena, – que significa “embebido, empapado, ensopado”, devido talvez à consistência de sua polpa aquosa que envolve as sementes. O ingazeiro costuma apresentar floração mais de uma vez por ano.

São conhecidas cerca de 300 espécies do gênero ingá, e o atual centro de diversidade do gênero é a floresta amazônica. Em geral, os ingás preferem nascer às margens dos rios, devido à grande quantidade de sementes levadas e depositadas nas várzeas pelas enchentes.

Todas as espécies de ingá produzem frutos em vagens, que podem atingir até mais 1m de comprimento, dependendo da espécie, mas no geral, a maioria das espécies possuem frutos com até cerca de 10 – 30 cm de comprimento.

Ingá

Valor Nutricional da Ingá:

A tabela a seguir traz a informação nutricional para uma 100 g:

Agora que já conhecemos os nutrientes da ingá, conheça também os benefícios para a saúde.

Benefícios da Ingá:

Por causa das suas propriedades, a ingá pode ser utilizada em diversas situações, como:

Combater a Prisão de Ventre:

A ingá possui enzimas que digestivas que são eficazes no combate a prisão de ventre. Além disso, se você quer se prevenir da prisão de ventre, consuma regularmente para não sofrer desta condição.

Combater Dores no Corpo:

Assim como no caso das dores causadas pelo reumatismo e artrite, consumir este fruto ajuda a aliviar todos os tipos de dores no corpo em geral. Portanto, se você sentir qualquer desconforto neste sentido, pode contar com a fruta para ser a sua aliada no alívio dos sintomas.

Prevenir a Artrite:

Se você é predisposta a desenvolver inflamações, como é o caso da artrite, saiba que consumir este fruto também pode ajudar neste sentido. Isso porque este fruto possui propriedades anti-artríticas, o que significa que ela pode prevenir o desenvolvimento da doença, além de evita crises no caso de pacientes já diagnosticadas.

Tratar o Reumatismo:

Se é uma paciente reumática diagnosticada, talvez goste de saber que comer a ingá regularmente pode ajudar a aliviar os sintomas e dores provocadas pelo problema, evitando crises mais graves da doença.

Combater Problemas Intestinais:

Este fruto possui propriedades disentéricas, o que significa que inseri-lo diariamente na sua alimentação pode ajudar a melhorar o sistema gastrointestinal, combatendo diversos problemas, dentre eles, a diarreia.

Tratar Dores de Cabeça:

Devido às suas propriedades adstringentes, este fruto ajuda a prevenir e tratar dores de cabeça e enxaquecas. Portanto, se você sofre com o problema e desde que não seja causado por quadros clínicos mais graves, pode consumir este fruto para aliviar os sintomas.

Acelerar a Perda de Peso:

Este fruto é usado como um agente aromatizante em diferentes tipos de sobremesas por pessoas saudáveis ​​e conscientes do peso, pois é de baixo teor de gordura.

Melhorar a Saúde do Cabelo:

Se você quiser prevenir a queda de cabelo, manter o seu cabelo saudável e brilhante, o consumo regular deste fruto pode te ajudar. Isso porque ele é rico em vitaminas e minerais que são essenciais para saúde geral do couro cabelo.

Melhorar a Saúde da Pele:

A vitamina E presente neste fruto possui um papel de suma importância para saúde da pele, já que ela pode dar brilho e prevenir doenças que podem surgir na pele.

Combater Inflamações:

O suco de ingá é uma bebida muito incrível! Isso porque ela possui alto teor de taninos. Esses taninos são os principais elementos para combater inflamações que podem surgir no corpo.

Como Consumir a Ingá:

A ingá costuma ser consumido em sua forma in natura, especialmente em regiões onde ele é facilmente encontrado, e como ingrediente principal de receitas, como massa, picolés, sorvetes, mousses e doces. Portanto, a seguir, você vai aprender algumas receitas deliciosas e fáceis de fazer para aproveitar todos os benefícios. Vem comigo!

Suco de Ingá:

Ingredientes:

  • 3 tiras de ingá;
  • 500 ml de água.

Modo de Preparo:

  • Descasque a ingá e retire as sementes (utilize somente a parte branca).
  • Bata no liquidificador junto com a água e o gelo.
  • Depois, adoce a gosto e sirva.

Sorvete de Ingá:

Ingredientes:

  • 20 tiras de ingá;
  • 1 lata de creme de leite;
  • 1 lata de leite condensado;
  • 1 litro de leite.

Modo de Preparo:

  • Primeiro, bata bem o ingá no liquidificador, transfira para uma vasilha e reserve.
  • Enquanto isso, coloque no liquidificador o leite condensado, o suco concentrado de ingá que você acabou de fazer e, por último, o creme de leite.
  • Bata bem até obter uma bebida homogênea.
  • Feito isso, despeje a mistura em um pote e leve ao congelador por cerca de duas horas.
  • Passado esse tempo, retire-a do congelador e bata novamente no liquidificador, aos poucos.
  • Depois, transfira de novo para o pote e leve outra vez ao congelador por mais duas horas.
  • Após esse tempo, é só servir à vontade e degustar.

Mousse de Ingá:

Ingredientes:

  • 2 unidades de ingá;
  • 2 colheres (sopa) cheias de leite em pó;
  • ½ xícara (chá) de água;
  • 3 colheres (sopa) rasas de açúcar;
  • 1 colher (sopa) de gelatina em pó;
  • 1 xícara (chá) de leite desnatado.

Modo de Preparo:

  • A primeira coisa que você deve fazer é cozinhar o ingá na água por cerca de 20 minutos.
  • Passado esse tempo, desligue o fogo e retire os caroços.
  • Em seguida, bata-os no liquidificador com o leite em pó, com a água e com o açúcar.
  • Por último, vá adicionando o leite aos poucos.
  • Agora, acrescente a gelatina sem sabor, preparando-a normalmente de acordo com as instruções da embalagem.
  • Feito isso, despeje a mistura em um recipiente apropriado para servir e leve à geladeira.
  • Quando atingir uma consistência de mousse, basta servir à vontade.

Contraindicações da Ingá:

Até o momento nunca se constatou qualquer contraindicação ao uso da planta ingazeiro. Todavia, ainda que na medicina natural, recomenda-se o acompanhamento de cada problema por parte de um profissional médico.

Efeitos Colaterais da Ingá:

Não foram relatados efeitos colaterais decorrentes do uso nas bibliografias consultadas.

Saúde Vida

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *