Kiwi – Origem, Nutrientes, Benefícios e Efeitos Colaterais

De nome científico Actinidia deliciosa, o kiwi não é uma fruta comum, tanto em termos de aparência como de conteúdo nutricional. As fatias verdes vibrantes salpicadas de pequenas sementes pretas sempre produziram maravilhas em enfeitar sobremesas e taças de frutas. É uma visão para os olhos e o sabor refrescante faz com que seja uma escolha preferida entre as frutas. Colocado sob a categoria de frutas exóticas, kiwi geralmente apresenta como uma cobertura em pavlovas ou em taças de frutas, saladas e smoothies. Muito raramente é cozido; em sobremesas especialmente, é usado fresco como uma enzima presente nele tende a quebrar as proteínas do leiterapidamente, interferindo na textura final do prato.

Ele também atua como um agente amaciante para carnes e é comumente usado na preparação de assados ​​e caril. No entanto, para aproveitar ao máximo seu valor nutricional, diz-se que a melhor maneira de tê-lo é por conta própria, como uma fruta crua. Então, para saber um pouco mais sobre o kiwi continue lendo e descubra tudo o que você precisa saber sobre esse incrível fruto. Vamos lá?!

Origem do Kiwi:

Conhecido na China antiga como Yang Tao, o kiwi conquistou seu lugar nessa cultura não apenas por seu sabor, mas também por suas propriedades medicinais, que a ciência hoje comprovou em inúmeras áreas. Introduzido por missionários na Nova Zelândia no início do século 20, então nos EUA no final da década de 1960, o kiwi foi chamado de “groselha chinesa”, embora seja duvidoso que esse apelido tenha realmente ficado preso.

Felizmente, os kiwis ganharam seu novo nome – em homenagem ao pássaro nativo da Nova Zelândia – de um distribuidor de alimentos, e seu cultivo subsequente voou pelo mundo. Hoje, a Itália, o Chile, a França, o Japão e os EUA são os maiores produtores de duas variedades: verde e ouro. Kiwis não é apenas um alimento delicioso, mas também é usado por sua capacidade de amaciar carnes, devido ao composto actinidina.

O Kiwi é uma pequena fruta surpreendente e diferente de qualquer outra fruta. Primeiro, é pequeno e de cor castanha clara com uma superfície de pele difusa. No interior, a fruta não é apenas verde limão e cravejada com minúsculas sementes pretas em um padrão oval quando cortada, mas também é deliciosa, como o sabor de um morango. Descascados, fatiados e refrigerados, o kiwi é um excelente complemento para qualquer combinação de salada de frutas ou por si só.

kiwi

Valor Nutricional do Kiwi:

A tabela a seguir traz a informação nutricional para 100 g de kiwi:

Agora que já conhecemos os nutrientes do kiwi, conheça também os benefícios para a saúde.

Benefícios do Kiwi:

O kiwi além de ajudar a emagrecer também possui muitos outros benefícios importantes como:

  • Previne a prisão de ventre: é uma fruta rica em fibras que facilitam o funcionamento do intestino e, devido à sua acidez, também aumenta os movimentos do intestino, funcionando como um laxante natural;
  • Reduz o colesterol alto: além de possuir fibra, também contém elevadas quantidades de clorofila que desintoxicam o organismo, eliminando o excesso de colesterol;
  • Diminui a retenção de líquidos: é uma fruta rica em potássio e vitamina C, que evitam o acumulo de água no organismo, impedindo o inchaço das mãos, pés e barriga;
  • Regula a pressão arterial: devido à sua capacidade para eliminar o excesso de líquidos, facilita o trabalho do coração, diminuindo a pressão arterial;
  • Auxilia na regulação da produção de colesterol LDL no organismo e na redução da absorção intestinal de colesterol LDL, e no controle da pressão arterial.

Porém, o kiwi é uma fruta muito ácida e, por isso, pode causar aftas ou diarreia em pessoas mais sensíveis ou que consumam esta fruta em grande quantidade. Assim, o recomendado é comer 1 kiwi por dia para evitar estes sintomas, e esta quantidade já é suficiente para melhorar a dieta e obter todos os benefícios.

Como Consumir o Kiwi:

Uma unidade de kiwi ao dia já garante os benefícios que esta fruta fornece e supera a quantidade de vitamina C necessária por dia. Não se deve consumir mais que 2 ou 3 unidades ao dia porque pode resultar em problemas intestinais.

O ideal é que o consumo da fruta seja realizado após aberta para evitar as perdas de nutrientes. As principais formas de consumo do kiwi é ao natural, na forma de fruta fresca, sucos naturais e como geleia.

Como consumir a casca do kiwi:

A casca do kiwi pode ser consumida pura ou junto com a fruta. As fibras presentes nela ajudam a solucionar problemas de intestino preso. A casca do kiwi, inclusive, tem mais antioxidantes e mais fibras do que a polpa.

Por ter menos pelinhos, a casca do kiwi gold é a mais interessante para consumo, uma vez que a sensação ao comer provavelmente será mais agradável.

Caso decide comer seu kiwi com a casca, é importante garantir uma boa higienização antes de consumir o fruto.

Suco de Kiwi:

Ingredientes:

  • 3 kiwis médios;
  • 1 copo de água;
  • Gelo a gosto;
  • Açúcar ou adoçante a gosto.

Modo de Preparo:

  • Descasque os kiwis e pique em pedaços menores.
  • Bata no liquidificador com a água por cerca de 1 minuto.
  • Depois adoce a seu gosto e acrescente os cubos de gelo.
  • Sirva!

Mousse de Kiwi

Ingredientes:

  • ½ pacote de gelatina sem sabor;
  • 8 kiwis descascados e picados;
  • 2 potes (360ml) de iogurte natural;
  • 1 colher (sopa) de mel ou melado de cana.

Modo de Preparo:

  • Prepare a gelatina conforme orientações da embalagem;
  • Coloque no liquidificador os kiwis, o iogurte, o mel e a gelatina hidratada.
  • Reserve alguns pedaços de kiwi para enfeitar;
  • Bata até que forme uma mistura homogênea;
  • Coloque em taças e leve à geladeira por aproximadamente duas horas.

Picolé de Kiwi:

Ingredientes:

  • 2 kiwis descascados e picados;
  • 2 folhas de couve picadas;
  • 1 colher (sopa) de biomassa de banana verde;
  • 1 copo de água de coco;
  • 3 folhas de hortelã;
  • 1 colher de sopa de chia;
  • 1 colher de mel (opcional).

Modo de Preparo:

  • Bata todos os ingredientes, menos a chia, no liquidificador até obter consistência homogênea.
  • Misture a chia e coloque em forminhas de picolé;
  • Deixe no congelador por cerca de 5 horas e sirva.

Sorvete de Kiwi:

Ingredientes:

  • 10 kiwis descascados e picados;
  • 200 ml de leite vegetal;
  • ½ envelope de gelatina em pó sem sabor;
  • 1 colher (sobremesa) de mel.

Modo de Preparo:

  • Hidrate a gelatina conforme orientações da embalagem;
  • Em um liquidificador coloque os kiwis, o leite vegetal, a gelatina hidratada e o mel;
  • Bata bem até que a misture fique bem homogênea;
  • Coloque a misture em um recipiente e leve ao freezer;
  • Sirva gelado com o auxílio de uma colher para sorvete.

Compota de Kiwi:

Ingredientes:

  • 700 g de kiwi descascados e sem a parte branca
  • 400 g de açúcar
  • 3 colheres de sopa de sumo de limão

Modo de Preparo:

  • Pique os kiwi e envolva-os com o açúcar e o sumo de limão.
  • Leve ao lume brando, mexendo frequentemente, até atingir o ponto de compota.
  • Para testar o ponto costumo retirar a compota do lume e colocar um pouco num prato e deixar arrefecer uns minutos.
  • Ao passar uma colher ou o dedo pelo meio forma uma estrada.
  • Guarde a compota em frasco esterilizados.

Contraindicações do Kiwi:

Há relatos de alergia ao kiwi. As sementinhas pretas podem ser alergênicas para algumas pessoas. Caso elas sejam retiradas, não há problemas em consumir a fruta. Além disso, portadores de diverticulite (devido a presença de pequenas sementes) não devem consumi-lo.

Efeitos Colaterais do Kiwi:

Se você está sofrendo de problemas de pressão baixa, evite a fruta porque tem propriedades para baixar a pressão arterial. Então, pessoas que estão sofrendo de algum desses problemas, é melhor evitar a fruta. Mesmo se você quiser consumir, é melhor consultar seu médico. É melhor comer a fruta com cuidado para obter o máximo de benefícios.

Leave your vote

0 points
Upvote Downvote

Comments

0 comments

Recomendado Para Você: