Scroll Top

Bem Vindo ao Nosso Site SAÚDE VIDA, onde Trazemos as Melhores Dicas de Saúde e Bem estar Pra VOCÊ.

Nutrientes

Vitamina E – O que é, Benefícios, Fontes e Deficiência

A Vitamina E é uma vitamina que se dissolve na gordura. Encontra-se em muitos alimentos, incluindo óleos vegetais, cereais, carne, aves, ovos, frutas, vegetais e óleo de germe de trigo. Também está disponível como suplemento. E se eu lhe dissesse que havia uma vitamina que desempenha o papel de antioxidante, evitando danos aos radicais livres em gorduras específicas no corpo que são críticas para sua saúde e, naturalmente, retardando o envelhecimento? Estou falando sobre Vitamina E, e acredito ou não, os benefícios da Vitamina E não terminam por aí.

Outros benefícios da Vitamina E incluem seu papel como uma importante vitamina lipossolúvel que é necessária para o bom funcionamento de muitos órgãos, atividades enzimáticas e processos neurológicos. Confira os tópicos abaixo e saiba mais sobre esse nutriente:

O que é Vitamina E:

A Vitamina E é um antioxidante. Isso pode ajudar a proteger suas células de danos. Este nutriente essencial ocorre naturalmente em muitos alimentos.

Também está disponível como suplemento dietético. Às vezes, é em alimentos processados. A Vitamina E é solúvel em gordura. Isso significa que seu corpo armazena e o usa conforme necessário.

O termo “Vitamina E” descreve oito compostos diferentes. O alfa-tocoferol é o mais ativo nos seres humanos.

Fontes da Vitamina E:

Fontes da Vitamina EA maioria das pessoas não está ciente de que a “Vitamina E” é uma descrição coletiva de oito compostos, quatro tocoferóis e quatro tocotrienóis.

A obtenção de Vitamina E suficiente parece ser especialmente crítica para os mais jovens (fetos ou bebês), idosos e mulheres que estão ou podem engravidar.

De acordo com o USDA, A quantidade recomendada da Vitamina E coletiva é de 15 miligramas por dia (ou 22,5 UI) para adultos.

Eu recomendo que consome dois a três desses alimentos diariamente para atender às suas necessidades:

  • Sementes de girassol;
  • Amêndoas;
  • Avelãs;
  • Germe de trigo;
  • Manga;
  • Abacate;
  • Brócolis;
  • Espinafre;
  • Kiwi;
  • Tomate.

Agora que já conhecemos as principais fontes desse nutriente, conheça também os Benefícios da Vitamina E para o corpo:

Benefícios da Vitamina E:

Os principais benefícios da Vitamina E para o corpo incluem:

  • Aumentar a produção de colágeno, uma proteína semelhante a fibra que é responsável por manter a elasticidade da pele. Isso reduz a ocorrência de linhas finas e rugas que são sinais de envelhecimento.
  • Ela contém antioxidantes que neutralizam os efeitos dos radicais livres causados ​​pela radiação ultravioleta, provocando queimaduras solares.
  • Reparar folículos pilosos danificados e estimula o crescimento saudável do cabelo.
  • Ajudar a limpar sujeira, sujeira e outras impurezas ao mesmo tempo que mantém o equilíbrio do óleo da sua pele.
  • O óleo dela é muito eficaz para diminuir o processo de envelhecimento, seja sua pele ou cabelo.
  • Ajudar a fortalecer e suavizar as cutículas dos cabelos, reduzindo assim os casos de divisão e quebra.
  • O óleo dela possui potenciais curativos notáveis. Possui a capacidade de curar feridas causadas por pequenas queimaduras
  • O óleo dela penetrará profundamente na pele para reparar o tecido cicatricial na fonte, ajudando assim a diminuir a aparência das imperfeições na pele.
  • Os poderosos antioxidantes presentes nela atuam como um escudo protetor contra os efeitos nocivos do sol que causam a multiplicação de células cancerosas
  • Os suplementos dela são conhecidos por ajudar a combater os efeitos de distúrbios como a fibrose cística que resulta em bloqueio pancreático.

Suplementos da Vitamina E:

Uma vez que as fontes naturais de Vitamina E são abundantes e disponíveis, é muito raro que a suplementação desse nutriente seja realmente necessária. A suplementação pode, porém, ser benéfica para muitas pessoas, se feita dentro de limites seguros.

Porém, na escolha de suplementos de Vitamina E é necessário muito cuidado. Em primeiro lugar, recomenda-se se assegurar que o suplemento contenha a vitamina em sua forma natural, que é muito mais eficaz que a forma sintética.

Mais importante que isso, porém, é a determinação da dosagem. Recomenda-se fortemente a consulta a um médico para determinar a dosagem adequada levando em consideração a dieta e outros fatores.

Quantidade Recomendada da Vitamina E:

A quantidade recomendada da Vitamina E (incluindo diferentes isômeros), de acordo com o USDA, inclui o valor que você recebe dos alimentos que você come e de todos os suplementos que você toma. As recomendações para diferentes faixas etárias estão listadas abaixo:

Crianças:

  • 1-3 anos: 6  Microgramas por dia;
  • 4-8 anos: 7 Microgramas por dia;
  • 9-13 anos: 11 Microgramas por dia.

Mulher:

  • 14 anos e mais: 15 Microgramas por dia.

Grávida:

  • Grávida: 15 Microgramas por dia;
  • Aleitamento materno: 19 Microgramas por dia.

Homem:

  • 14 anos e mais: 15 Microgramas por dia.

Os níveis toleráveis ​​de ingestão superior são a maior quantidade de vitamina que a maioria das pessoas pode tomar com segurança.

Essas doses elevadas podem ser usadas para tratar uma deficiência da Vitamina E, e é importante falar com um médico antes de tomar mais do que esses níveis de ingestão superiores.

  • 1-3 anos: 200 Microgramas por dia;
  • 4-8 anos: 300 Microgramas por dia;
  • 9-13 anos: 600 Microgramas por dia;
  • 14-18 anos: 800 Microgramas por dia;
  • 18 anos e mais: 1.000 Microgramas por dia.

Tenha em mente que, porque ela é solúvel em gordura, os suplementos funcionam melhor quando são absorvidos com alimentos e a American Heart Association recomenda a obtenção de antioxidantes, incluindo ela, comendo uma dieta saudável e equilibrada, rica em frutas, Veggies e grãos inteiros.

Obter suas vitaminas dos alimentos que você come é sempre uma alternativa melhor do que usar um suplemento porque é difícil consumir excessivamente ela ao obtê-la da sua dieta normal.

Deficiência da Vitamina E:

Deficiência da Vitamina EQuando tomado em doses apropriadas, o uso oral de Vitamina E geralmente é considerado seguro. Raramente, o uso oral desse nutriente pode causar:

  • Náusea
  • Diarreia
  • Cãibras intestinais
  • Fadiga
  • Fraqueza
  • Dor de cabeça
  • Visão embaçada
  • Erupção cutânea
  • Disfunção gonadal
  • Aumento da concentração de creatina na urina (creatinúria)

Tomar doses mais altas de Vitamina E pode aumentar o risco de efeitos colaterais. Além disso, há uma preocupação de que as pessoas com baixa saúde que tomam altas doses de Vitamina E estão em maior risco de morte.

O uso desse nutriente pode interagir com muitas condições. Por exemplo, pesquisas sugerem que o uso oral de Vitamina E pode aumentar o risco de câncer de próstata.

Outras pesquisas sugerem que o uso de Vitamina E pode aumentar o risco de morte em pessoas com história grave de doença cardíaca, como ataque cardíaco ou acidente vascular cerebral.

Converse com seu médico antes de tomar a Vitamina E se você tiver:

  • Uma deficiência de vitamina K
  • Uma condição do olho em que a retina está danificada (retinite pigmentosa)
  • Distúrbios hemorrágicos
  • Diabetes
  • Um histórico de ataque cardíaco ou derrame cerebral anterior
  • Câncer de cabeça e pescoço
  • Doença hepática

O suplemento pode aumentar seu risco de sangramento. Se você está planejando ter uma cirurgia, pare de tomar ela duas semanas antes.

Leave your vote

0 points
Upvote Downvote

Related Post

Recomendado Para Você:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

5 Comentários

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Log In

Forgot password?

Forgot password?

Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Log in

Privacy Policy

Add to Collection

No Collections

Here you'll find all collections you've created before.