Vitamina K – O que é, Benefícios, Fontes e Deficiência

Vitamina K – O que é, Benefícios, Fontes e Deficiência

A Vitamina K refere-se a um grupo de vitaminas lipossolúveis que desempenham um papel na coagulação do sangue, no metabolismo ósseo e na regulação dos níveis de cálcio no sangue. O corpo precisa desse nutriente para produzir protrombina, uma proteína e um fator de coagulação que é importante na coagulação sanguínea e no metabolismo ósseo.

As fontes da Vitamina K incluem repolho, nabo, abacate, o ovo e o fígado. A deficiência é rara, mas, em casos graves, pode aumentar o tempo de coagulação, levando a hemorragia e sangramento excessivo. Confira os tópicos abaixo e saiba mais sobre esse nutriente:

O que é Vitamina K:

A Vitamina K é lipossolúvel e se divide em 3 tipos: k1, k2 e k3. A vitamina k1 é a encontrada naturalmente dos alimentos e é a responsável por ativar a coagulação, enquanto a vitamina k2 é produzida pela flora bacteriana e auxilia na formação dos ossos e na saúde dos vasos sanguíneos.

Além dessas, existe também a chamada vitamina k3, que é produzida em laboratório e utilizada para fazer suplementos desta vitamina.

Fontes da Vitamina K:

Fontes da Vitamina KEsse nutriente pode ser encontrado em diferentes alimentos. Boas fontes da Vitamina K são:

  • Brócolis;
  • Couve-flor;
  • Agrião;
  • Rúcula;
  • Repolho;
  • Alface;
  • Espinafre e outros vegetais verdes.

É preciso ingerir apenas 50 gramas destes vegetais para ter a quantidade diária recomendada de Vitamina K.

Os óleos vegetais, como o azeite, também contam com o nutriente. As oleaginosas, o abacate, o ovo e o fígado também possuem boas quantidades desse nutriente.

Benefícios da Vitamina K:

Os principais benefícios da Vitamina K para o corpo incluem:

  • Ajudar na coagulação sanguínea, o que também favorece a cicatrização;
  • Melhorar a densidade óssea, pois estimula uma maior fixação do cálcio nos ossos e nos dentes;
  • Evitar hemorragias em bebês prematuros, pois ela facilita a coagulação do sangue e evita que esses bebês tenham complicações;
  • Ajudar na saúde dos vasos sanguíneos, deixando-os com maior elasticidade e sem acúmulo de cálcio, o que pode causar problemas como aterosclerose.
  • Ele também é muito importante para a saúde dos olhos, pois ajuda a prevenir diversos males que afetam estes órgãos.
  • Os alimentos ricos nesse nutriente atuam no bom funcionamento cerebral, influenciando a boa memória, motricidade e concentração.
  • O consumo dele é recomendado aos pacientes que iniciaram tratamentos para combater a doença.
  • Pessoas que sofrem de pressão arterial elevada podem ter bons resultados ao consumir alimentos ricos nesse nutriente, que alivia os sintomas do problema.
  • Ajudar a prevenir a calcificação das artérias, uma das principais causas de ataques cardíacos.
  • Por ser uma grande aliada para o sangue ela ajuda também a regularizar a menstruação e ajuda no bom funcionamento dos hormônios.

Suplementos da Vitamina K:

Os suplementos desse nutriente geralmente não é necessário, pois o nutriente é facilmente obtido na alimentação e também é produzido pelo próprio organismo.

Normalmente, ele é orientado para recém-nascidos prematuros ou pessoas com dificuldade de absorção de gorduras, como aquelas que passaram por uma cirurgia bariátrica e que tomam medicamentos que dificultam a absorção de gordura.

Antes de ingerir os suplementos desse nutriente é importante consultar um médico especialista ou um nutricionista.

Quantidade Recomendada da Vitamina K:

A quantidade recomendada de ingestão diária desse nutriente varia de acordo com a idade, como mostrado a seguir:

  • 0 a 6 meses: 2 Microgramas por dia;
  • 7 a 12 meses: 2,5 Microgramas por dia;
  • 1 a 3 anos: 30 Microgramas por dia;
  • 4 a 8 anos: 55 Microgramas por dia;
  • 9 a 13 anos: 60 Microgramas por dia;
  • 14 a 18 anos: 75 Microgramas por dia;
  • Homens com 19 anos ou mais: 120 Microgramas por dia;
  • Mulheres com 19 anos ou mais: 90 Microgramas por dia;
  • Gestantes e Lactantes: 90 Microgramas por dia.

Em geral, essas recomendações são facilmente obtidas quando se tem uma alimentação variada e equilibrada, com um consumo diversificado de vegetais.

Deficiência da Vitamina K:

Deficiência da Vitamina KEmbora seja raro, uma deficiência da Vitamina K pode levar a uma coagulação sanguínea defeituosa, hemorragia aumentada e osteopenia.

Os sintomas incluem hematomas fáceis, sangramento gastrointestinal, sangramento menstrual excessivo e sangue na urina.

Os que correm o maior risco de uma deficiência da Vitamina K incluem pessoas com desnutrição crônica, pessoas com dependência de álcool e qualquer pessoa com condições de saúde que limitem a absorção de vitaminas dietéticas.

 

Saúde Vida

3 comentários sobre “Vitamina K – O que é, Benefícios, Fontes e Deficiência

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *